PRINCIPAIS PROJETOS E ATUALIZAÇÕES

Buscar
  • soldiambiental

Atualizado: Jan 5







A norma ISO/IEC 17025, que traz requisitos gerais para competência de laboratórios de ensaio e de calibração, foi publicada em 30 de novembro. A partir de 2 de maio de 2018, as avaliações da Coordenação-Geral de Acreditação (Cgcre) já serão feitas pela nova versão.

De acordo com a chefe da Divisão de Acreditação de Laboratórios (Dicla), Renata Borges, a revisão simplifica a norma, eliminando os requisitos de políticas e reduzindo os de procedimentos, especialmente os de gestão. “A norma tem foco no resultado que se espera com a implementação do requisito, não na forma como este resultado é alcançado”, explicou.

A definição de laboratório passa a incluir explicitamente organizações que realizam amostragem, associada a ensaio ou a calibração subsequente, além de abarcar as atividades de ensaio e calibração, tradicionais em laboratórios. Também foram ampliados os requisitos de confidencialidade e imparcialidade.


Nas avaliações que serão realizadas pela Cgcre a partir de maio de 2018, os laboratórios terão prazo de 180 dias para resolverem eventuais não conformidades à nova ISO/IEC 17025. Para avaliações realizadas a partir de 2019, o período será de 120 dias. Isso garantirá que todos os laboratórios implementem a nova norma antes do prazo máximo de três anos estabelecido pela International Laboratory Accreditation Cooperation (ILAC), cooperação internacional com a qual o Inmetro mantém acordo de reconhecimento mútuo.


O Projeto de versão brasileira da ISO/IEC 17025 está em Consulta Nacional até 10 de dezembro de 2017. Para  participar dessa consulta, os interessados devem selecionar o Macroprocesso “QUALIDADE, TECNOLOGIA DE GESTÃO”, ABNT CB 25 – QUALIDADE.



A Cgcre disponibilizará um documento orientativo aos laboratórios e aos avaliadores, contemplando os principais aspectos alterados. Também serão abordadas questões referentes à avaliação de laboratórios que tenham seu sistema de gestão certificado pela ISO 9001:2015.


FONTE: INMETRO



4 visualizaçõesEscreva um comentário
  • soldiambiental


A Soldí Ambiental organizou em 24/04/2017 o evento DD-38/2017 Apectos Gerais, Jurídicos e Técnicos. Realizado no Centro de Convenções do SENAC de Santo Amaro na cidade de São Paulo, o encontro que aconteceu das 8h30 às 18h, serviu como palco para o debate do setor sobre a nova determinação da CETESB. Ao evento compareceram mais de 450 profissionais e foi marcado por um público heterogêneo composto por empresas de consultorias de gerenciamento em áreas contaminadas, empresas de remediação ambiental, empresas de produtos e insumos, advogados, laboratórios ambientais, indústria, construção civil, mercado de petróleo, conselho de classe, associações e estudantes de pós graduação, todos envolvidos diretamente na atuação de gerenciamento de áreas com passivos ambientais. Para ler a notícia na íntegra, clique AQUI.



5 visualizaçõesEscreva um comentário
  • soldiambiental

Foi publicada no diário oficial a DD/38/2017 da CETESB: Decisão de Diretoria, nº 38/2017/C, de 7-2-2017 que Dispõe sobre a aprovação do “Procedimento para a Proteção da Qualidade do Solo e das Águas Subterrâneas”, da revisão do “Procedimento para o Gerenciamento de Áreas Contaminadas” e estabelece “Diretrizes para Gerenciamento de Áreas Contaminadas no Âmbito do Licenciamento Ambiental”, em função da publicação da Lei Estadual 13.577/2009 e seu Regulamento, aprovado por meio do Decreto 59.263/2013, e dá outras providências. 


60 visualizaçõesEscreva um comentário
Assine a nossa newsletter